CBPF

2ª Oficina de Instrumentação Científica e Inovação Tecnológica.

2nd Workshop of Scientific Instrumentation and Technological Innovation

30, 31 de julho de 2013

Edição Anterior


o2i - 2011

Início
21/07/2024

O CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas) sediou, de 30 de julho a 1º de agosto, a 2ª Oficina de Instrumentação Científica e Inovação Tecnológica – o2i. O professor Marcelo Albuquerque, um dos coordenadores executivos do evento, explica a importância da oficina:


Professor Marcelo Albuquerque

“A Instrumentação Científica é a base para desenvolver tecnologias que poderemos utilizar no dia-a-dia. Muitas das facilidades e instrumentos que utilizamos nasceram a partir de softwares e hardwares desenvolvidos por laboratórios de pesquisa. A Inovação Tecnológica estimula a conexão entre unidades de pesquisa e empresas, visando transferência de conhecimento para sociedade. Portanto, um evento como a o2i é essencial no estimulo do diálogo entre pesquisadores e indústria.”

 

 

Minicurso de LabView
ministrado durante o evento

 

Na atual edição do evento foi observada maior participação de empresas que enviaram representantes interessados nas pesquisas desenvolvidas nas áreas da Física, em especial no CBPF. Tal fato é reflexo da mudança cultural e do fomento realizado pelo governo em prol da Inovação. Nota-se que as empresas estão cada vez buscando as unidades de pesquisas em busca de soluções tecnológicas e parcerias em suas pesquisas.

 

Os palestrantes convidados foram pesquisadores e tecnologistas, professores e docentes do Mestrado Profissional em Física do CBPF, da USP- São Carlos, do INT e representantes de empresas, como Petrobras, Magmattec, Laser Tools, PADTEC, Gávea Sensor e a internacional MI-Partners B.V., especializada em mecatrônica.


Professor Alexandre Mello

Com a colaboração da National Instruments (empresa referência global em Instrumentação Científica), foi ministrado o minicurso “Desenvolvendo Sistemas de Aquisição, Análise e Apresentação de Dados com LabVIEW

 

Dos 140 inscritos no evento compareceram efetivamente 100 participantes, sendo 80 externos e 20 entre convidados e palestrantes. As greves do ano passado das universidades, aliadas ao evento da Jornada da Juventude no Rio de Janeiro parece ter afetado para menos o número de confirmações de inscrições, pois na semana do evento ainda era alto o número de alunos em provas finais nas universidades públicas do país. Mesmo assim, excetuando-se as empresas, a maioria dos inscritos que compareceram ao evento era composto por alunos de graduação e pós-graduação em Física e Engenharias. Professores das áreas das engenharias e física também compareceram ao evento.

 

Por fim, verbas de apoio ao O2i foram captadas através de projetos coordenados pelo Prof, Alexandre Mello no CNPq e no CBPF e assim como projetos coordenados pelo Prof Marcelo Albuquerque no NIT-Rio. Essas verbas foram decisivas para o sucesso da 2ª Oficina de Instrumentação Científica e Inovação Tecnológica do CBPF. O professor Alexandre Mello, coordenador do comitê executivo do evento, ratifica a importância da oficina e agradece aos seus colaboradores:

 

Um evento como esse é de extrema importância para a difusão do conhecimento e transferência de tecnologia ao setor produtivo porque estimula a formação de parcerias com a indústria, visando o desenvolvimento pesquisas geradoras de inovação, dentro das instituições de pesquisa no âmbito do MCTI e, nas Universidades parceiras. Nesta linha, o Mestrado Profissional em Física com ênfase em Instrumentação do CBPF é uma experiência única e bem sucedida que oferece ao aluno uma formação que a indústria e as próprias instituições de pesquisa estão carentes

 

Agradecemos mais uma vez o apoio do Diretor Fernando Lázaro, do atual vice-diretor e coordenador da CFC Ivan Oliveira, do coordenador do NIT-Rio Marcelo Albuquerque, do CNPq, bem como a colaboração direta e indireta de todos os membros do comitê de programa e do comitê executivo do O2i que somaram esforços para que este evento tenha sido um sucesso. Não podemos nos esquecer do empenho dos secretários executivos, em especial a Denise Toledo, o Pedro Caldas e de todo o staff do evento.” Mais fotos do evento podem ser obtidas no site:

 

Mais fotos do evento

 

Contribuição do evento na formação de recursos humanos:


As palestras dos professores docentes no evento O2i procuraram divulgar os projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico interdisciplinares, com forte ênfase no desenvolvimento de instrumentação científica inovadora e formação de recursos humanos para o setor de pesquisa e produtivo. Exemplos de dissertações concluídas e em andamento, do Mestrado Profissional em Física do CBPF, que geraram patente depositada para o desenvolvimento de dispositivos, processos e equipamentos bem sucedidos foram apresentadas para corroborar a qualidade dos projetos apresentados.

 

Profissionais do direito e administração ligados a gestão de contratos de parcerias entre empresa e governo, bem como a implementação dos processos de depósito de patentes e transferência de tecnologia contribuíram nas discussões e esclarecimentos sobre o marco legal e a relação das empresas com a pesquisa realizada no setor público, seus desafios e possíveis soluções. Para discutir e promover a formação de recursos humanos nessas áreas, foi organizada uma mesa redonda com membros do governo, academia , empresas e NITs.
As empresas que compareceram com palestrantes apresentaram a sua experiência de desenvolvimento de soluções inovadoras a partir do convênio com ICTs e Universidades, além da criação de incubadoras nestas instituições.

 

Divulgação do evento

 

O O2i continua sendo divulgado no site : http://mesonpi.cat.cbpf.br/o2i/

 

Em breve serão disponibilizadas também as apresentações e palestras do evento em Filme e Powerpoint no site do evento e do CBPF: http://portal.cbpf.br/index.php?page=FormacaoCientifica.mestProf

 

Para muitos presentes e alunos foi uma revelação saber que além da sala de aula das Universidades existem outros caminhos possíveis para a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico via o Mestrado Profissional com ênfase em instrumentação científica, gerando conhecimento, recursos humanos e inovação para o setor produtivo Brasileiro.

 

Rio de Janeiro, 27 de agosto de 2013.

 

Alexandre Mello de Paula Silva

Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas
Rua Dr. Xavier Sigaud, 150 - Urca - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - CEP: 22.290-180
Telefone: +55(21)2141-7100 - Fax.:+55(21)2141-7400

Núcleo de Inovação Científica do RJ – NIT RIO

CBPF Diretoria e Pos graduação

Mestrado Profissional em Física com ênfase em Instrumentação Científica do CBPF